Dica de livros: Star Wars e Harry Potter


Olá, como vai? Nesse começo de ano muita gente aproveita para tirar férias e aproveitar o verão. Praia, festas e outras lugares recebem muitos visitantes, mas além de viajar ou sair, a época também é ótima para colocar as leituras em dia. Hoje vou falar de dois livros que estou lendo e indico, confira:

“Como Star Wars Conquistou o Universo” – O livro de Chris Taylor é um grande presente para os fãs, mas também é uma boa leitura para comprender como a simples ideia de um jovem cineasta de criar uma aventura espacial virou um dos maiores fenômenos da Cultura Pop.  A obra nos traz as histórias tanto do criador da saga, George Lucas, quanto de pessoas que ajudaram SW se tornar realidade.



A amizade de Lucas com outro cineasta, Steven Spielberg; a incredualidade de executivos com relação ao filme se tornar um sucesso; o dia a dia das gravações e a convivência entre os atores Carrie Fisher (Leia), Mark Hamill (Luke) e Harrison Ford (Han Solo); o comprometimento dos fãs; o grande trabalho de roteiristas, além de detalhes dos bastidores. No fim do livro, também tem algumas fotos antigas do elenco e equipe. Vale a pena.

“Harry Potter e a Criança Amaldiçoada” – A série sobre o menino-bruxo ganhou novos ares após a estreia da peça teatral “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”. A trama se passa 19 anos depois da derrota do vilão Lorde Voldemort e traz os principais personagens da série adultos e já pais e mães de família.

E com o sucesso do espetáculo, foi lançado o livro baseado na história, escrita por J.K. Rowling, autora da saga, Jack Thorne e John Tiffany.

No livro, Harry tornou-se um auror (um investigador, um policial do mundo bruxo), casou, mas ainda enfrenta problemas com bruxos das trevas. Seu maior dilema, porém, é com o filho Alvo Severo. Eles não se entendem: Potter parece não ter tempo para o menino e o garoto sofre por ser comparado com o pai famoso. E meio a esse impasse, o adolescente se vê envolvido em uma trama que vai mexer com o universo dos bruxos, podendo comprometer a realidade deles e trazer graves consequências para todos.

Um dos aspectos que mais gostei é que, com exceção talvez de Rosa, filha da inteligente Hermione, a amiga de Harry e que virou Ministra da Magia, os descendentes dos personagens não são, necessariamente, versões dos mesmos.

Alvo faz questão de se afastar da imagem criada em torno de Potter, assim como Escórpio, filho de Draco Malfoy, antigo desafeto de Harry na série original. O menino é um pouco tímido, inseguro, e não tem nada que lembre o Draco na juventude. Eu já acho que Escórpio é o melhor personagem do livro, mas vou terminar a leitura primeiro. Gostei bastante do que li até aqui.

E assim que terminar os livros, vou postar aqui o que achei deles. Mas fica a dica para quem ficou interessado nessas leituras. Até mais.

*Texto e fotos: Vanessa Irizaga.
Compartilhe no Google +

Sobre Vanessa Irizaga

O autor desta postagem é um dos escritores do site Mistura Alternativa. Gostou? Comente abaixo.