Projeto realiza trabalho com crianças




O Projeto Social Sementinhas teve início em 2013, com o sonho de duas jovens meninas Bruna Zeferino e Emanuelle Maciel. A iniciativa, realizada em Araranguá (SC), contribui para que estudantes das escolas municipais e estaduais aprendam e desenvolvam suas habilidades nos campos, por meio de aulas de futebol e oficina de violão. Mas, sem o apoio do governo municipal. fica difícil manter as atividades. A alternativa que encontraram foi o apoio de patrocinadores.  

Hoje são atendidas uma média de 120 crianças e as jovens se dedicam voluntariamente para transformar a vida delas. Bruna ressalta a importância do trabalho desenvolvido. 

“O projeto não é só correr atrás de uma bola, mas também auxiliar as crianças a ir atrás de um futuro melhor. É incentivá-las a serem honestas e trabalhadoras. Sei que muitos querem ser jogadores, como eu quis ser. Por mais que o aluno não venha a ser um profissional, ele vai aprender coisas básicas do esporte, como comprometimento, união e trabalho em grupo”, afirma.

Como ajudar?

Os patrocínios funcionam da seguinte forma, existem dois planos. O primeiro é no valor de R$500,00 por ano, onde o patrocinador tem o direito de ter sua logo estampada nos uniformes de treinos, banner na sede do Sementinhas e divulgação nas redes sociais.

Já o segundo é o Sementinha Amiga, normalmente feito por pessoas físicas, amigos e pais de algumas crianças que possuem uma estabilidade financeira. Eles ajudam com R$20,00 mensais, recebem informativos das atividades todos os meses, bem como uma foto das crianças e adesivo.

“Todo início de ano nós fazemos o planejamento do projeto, com objetivos, metodologia e despesas. O valor anual sai em torno de R$20 mil, mas desde que iniciamos, nunca atingimos esse valor. O valor arrecadado ao mês sempre sai em torno de R$700, onde nos limita muito para fazermos tudo que é desejado. De acordo com o que conseguimos, listamos prioridades. Até março deste ano, R$500 deste valor é destinado ao empréstimo que foi feito para a construção do campo. O que sobra pagamos água, luz e manutenção do campo”, explica.

A iniciativa funciona dois dias na semana e no sábado pela manhã. Conforme Bruna, o objetivo é fazer funcionar todos os dias e oferecer mais oficinas, mas ainda não se tem verba para isso. Além do projeto, as meninas dão aula de Educação Física.  

Quem quiser conhecer melhor o Sementinhas, o projeto fica em Araranguá, no Bairro Jardim Cibele,  Rua Genésio Pinheiro, s/n, próximo à subestação de Energia da Celesc. 

*Foto e colaboração: Ana Acordi da Assessoria voluntária.
Compartilhe no Google +

Sobre Vanessa Irizaga

O autor desta postagem é um dos escritores do site Mistura Alternativa. Gostou? Comente abaixo.