Full width home advertisement

Arte

Emprego

Post Page Advertisement [Top]

Que tal incentivar hábitos saudáveis para os pequenos e ainda promover atividades que tornem a vida escolar mais prazerosa? A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que uma das melhores formas de promover a saúde é através da escola. 

É integrando esse princípio às potencialidades e oportunidades dentro da educação que uma parceria entre a Prefeitura de Cocal do Sul e Epagri deu início ao projeto “Horta na Escola”. 

A iniciativa surgiu da necessidade de trabalhar com a formação de valores nas novas gerações quanto à implantação, uso e manutenção da horta e com o propósito de promover o contato com o meio ambiente e incentivar a sustentabilidade dentro e fora da escola.

A primeira ação aconteceu na Instituição de Educação Infantil Maria de Lourdes Carara, localizada no bairro Vila Nova. A horta está sendo cultivada em frente à escola em um espaço redondo que contará com verduras, hortaliças e flores. 

O primeiro dia de atividades foi acompanhado pelo prefeito Ademir Magagnin, a vice-prefeita Cirlene Gonçalves Scarpato, secretário de obras e agricultura, Alessandro Carara Antunes, alunos, professores, direção, técnicos da Epagri e da Secretaria de Educação do município.

“Eu estou adorando. Eu gosto de plantar. Quando tudo isso crescer eu vou poder comer.  É muito legal”, disse o aluno João Vitor Della Bruna, de 6 anos, ao cultivar a terra.
Segundo os técnicos da Epagri, Clayton Pereira e Kriger dos Santos Leopoldo, a horta tem uma vida dinâmica dentro da escola e não só para os alimentos. “É uma troca com a terra, um laboratório aberto e vivo para as crianças e professores. Uma engrenagem que vai movimentando também a família e quem sabe toda a comunidade que pode ocupar ainda os terrenos baldios no próprio bairro. Um espaço de promoção para as ações pedagógicas integrando as diversas fontes e recursos de aprendizagem, observação, pesquisa e qualidade de vida”, ressaltam.
Conforme a diretora da escola, Tatiane Périco Sazan o objetivo é destacar a importância de uma alimentação saudável com as crianças. “Hoje, em casa, tudo vem do mercado e as crianças cada vez menos sabem de onde vêm os alimentos e que elas também podem cultivá-los. A gente quer estimular isso para que a horta também seja uma realidade em casa. Um desafio às nossas crianças possibilitando que todos os educandos e comunidade gerem mudanças na cultura, no que se refere à alimentação, à nutrição, à saúde e à qualidade de vida de todos”, destaca.
A horta tem ainda o objetivo de proporcionar tanto aos alunos quanto aos pais, a construírem conhecimentos e habilidades que lhes permitam produzir, descobrir, selecionar e consumir os alimentos de forma adequada e saudável. 

“Esse projeto é fantástico. Fico feliz que minha neta terá contato direto com a terra na escola. As crianças vão poder ver a plantinha crescer e ajudar a cuidar. A minha neta em casa colhe o tomate e come. Esse incentivo faz a diferença e vai dar outra cara para a escola”, observa a avó Izolene Ramos Candiotto.

*Com informações e foto da jornalista Maria Luiza da Rolt/Assessoria de Imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Vinícius Irizaga