Cartas são espalhadas em biblioteca de universidade



Entre os livros, nas mesas e estantes, cartas e obras de arte agora habitam a Biblioteca da Unesc, em Criciúma, no sul de Santa Catarina. A experiência inovadora partiu da turma do primeiro semestre de Artes Visuais da universidade.

Mais de 30 itens foram distribuídos pelo local, com o intuito de promover a experiência de contato direto com a arte contemporânea. Imagine encontrar um poema ao abrir seu livro de estudos?



A ação se desenvolveu por meio da disciplina de “Fundamentos da Arte”, com a professora Odete Calderon. Segundo ela, a intervenção artística é uma forma de trocar experiências entre o público e os futuros profissionais da arte.

“Eles estão eufóricos com a atividade, muitos nunca tinham tido contato com cartas. Essa é uma geração que não acompanhou essa forma de troca, que também não deixa de ser uma obra de arte. Além disso, a prática costura e enriquece o olhar os alunos”, comentou.

Quem encontrou um tesouro entre os livros da Biblioteca foi a aluna da primeira fase do curso de Odontologia Beatriz Della Giustina. Ela estava estudando quando soube que haviam cartas e objetos espalhados por lá.

“Achei extremamente criativo, encontrei um poema que falava sobre a beleza nos pequenos detalhes, e esse é o meu jeito de enxergar a vida. Me senti especial, parece que foi escrito pra mim”, contou a aluna.

Os tesouros ainda estão distribuídos pela Biblioteca, você também pode encontrar algum. Se achar, aproveite para contar sobre essa experiência no livro que está ao lado dos computadores de busca. Os futuros artistas querem saber qual foi a sua sensação ao tocar, interagir e reconhecer uma obra de arte em um espaço inusitado. 


*Colaboração e fotos: Mayra Lima, da Assessoria de Imprensa do Setor de Comunicação Integrada da Unesc.
Compartilhe no Google +

Sobre Vanessa Irizaga

O autor desta postagem é um dos escritores do site Mistura Alternativa. Gostou? Comente abaixo.