Cozinhar é Pop: Gastronomia movimenta redes sociais



Quem nunca colocou aquela foto da mesa posta para o jantar ou do bolo recém-preparado nas redes sociais? Hoje imagens de refeições diversas são compartilhadas no Instagram, Facebook, Pinterest e outros aplicativos populares. 

Do simples cafezinho com leite a pratos incrementados, o alimento virou o que há de mais Pop na internet. 

A consultora de vendas da Contato, empresa de telecomunicações em Araranguá (SC), Fernanda Barreto de Souza Furtunato, adora compartilhar fotos de alimentos e a curiosidade por culinária surgiu na infância. “Meu interesse pela gastronomia começou quando ainda era criança, vendo minha mãe cozinhar - que por sinal cozinha muito bem - e sempre fui curiosa, querendo provar pratos de outros países”, conta.

Macarrão caseiro, salgadinhos e sushi estão entre as refeições preferidas da colaboradora da empresa. Fernanda também se inspira muitas vezes ao olhar sites, canais no Youtube e perfis sobre o assunto e tenta bancar a mestre-cuca. “Acompanho muito e tento fazer os que me deixam com água na boca”, comenta.





Além de atrair o público, a popularização da gastronomia na internet vem criando oportunidades, já que empresas que atuam nesse nicho e no turismo podem usar a web para impulsionar seus negócios.

De acordo com a jornalista formada e pós-graduanda em gastronomia, Rubia Ramos, o compartilhamento de fotos de comida é uma tendência que veio para ficar. “Empresas que trabalham com turismo e gastronomia devem aproveitar as redes sociais ao máximo para exporem seus produtos, e aproveitar os influenciadores digitais, para divulgar seus serviços”, destaca. 

Para Rubia, que trabalha com criação de conteúdo de gastronomia para a internet há três anos, o fascínio das pessoas pela culinária sempre ocorreu, mas agora é potencializado pela tecnologia.

“A gastronomia sempre foi um assunto muito popular, uma vez que todos nós comemos. O que realmente mudou foi que a gastronomia se tornou mais acessível tanto em termos de valores como de variedade. O fato de termos câmeras em celulares mais acessíveis, que levamos para toda a parte, e a internet, que possibilitou conhecermos mais produtos e tendências gastronômicas. Como consequência disso, temos mais fotos e compartilhamentos”, explica. 



Na região sul, a jornalista destaca a identidade criada por muitos estabelecimentos. “Aqui temos uma culinária regional baseada na comida dos colonos italianos, que não é exatamente comida italiana, e sim comida colonial, mas também estamos abrindo espaço para restaurantes de comida internacional e contemporânea”, ressalta. 

Quer fazer sucesso nas redes sociais? Confira dicas:

- Evite usar fotos de catálogos online ou Google;
- O segredo para uma boa foto é sempre a luz. Fotos claras e bem iluminadas fazem muito sucesso nas redes sociais;
- Nas redes sociais, menos é mais; por isso, se tratando de texto, é importante exercitar a arte de resumir tudo o que tem que ser dito.

*Texto: Vanessa Irizaga/Jornalismo Contato.
*Fotos: arquivos pessoais das entrevistadas.
Compartilhe no Google +

Sobre Vanessa Irizaga

O autor desta postagem é um dos escritores do site Mistura Alternativa. Gostou? Comente abaixo.