Arte

Emprego

Post Page Advertisement [Top]

O Brasil terá seu primeiro curso de Mestrado em Viticultura e Enologia, o que representa uma perspectiva de qualificar ainda mais o setor vitivinícola, as práticas de gestão e os processos de inovação. A proposta foi aprovada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) no fim do mês de agosto. Será um mestrado profissional, ofertado de forma associada entre os Institutos Federais de Santa Catarina (IFSC) e do Rio Grande do Sul (IFRS). O primeiro, por meio do Câmpus Urupema, e o segundo, do Câmpus Bento Gonçalves.

O Mestrado Profissional em Viticultura e Enologia tem previsão de oferta de 20 vagas por seleção anual, por instituição ofertante, totalizando inicialmente 40 vagas. Esta pós-graduação tem como objetivo promover a qualificação de profissionais para atuar no setor vitivinícola, desenvolvendo habilidades para identificação e solução de problemas, oportunizando aos mestrandos o intercâmbio de informações e experiências multidisciplinares voltadas à produção vitivinícola e seus desafios na esfera da gestão, da tecnologia e da inovação.

O Câmpus Urupema do IFSC, assim como o Câmpus Bento Gonçalves do IFRS, possibilita ao estudante percorrer o itinerário formativo desde o curso Técnico em Viticultura, passando pelo curso Superior de Tecnologia em Viticultura e Enologia, até o Mestrado Profissional em Viticultura e Enologia.

Localizada na Região Serrana de Santa Catarina, essa é a única instituição pública que oferta cursos na área no estado. Como instituição associada no Mestrado Profissional em Viticultura e Enologia, através da coordenação local e do colegiado, também será responsável pela aplicação do processo seletivo, matrículas, trancamento, transferências, emissão de diplomas, desligamento e demais trâmites acadêmicos internos.

O Câmpus Urupema conta em sua infraestrutura com os laboratórios de Análise Físico-química de Alimentos, de Análise Sensorial, de Microbiologia e Biologia Molecular, de Gastronomia, de Frutas e Hortaliças, de Microvinificação, de Informática e Casa de Vegetação.

Perfil do ingressante

Profissionais graduados nas áreas de Ciências Sociais Aplicadas ou Ciências Agrárias, com experiência comprovada no Setor vitivinícola em atividades vinculadas à viticultura, enologia, enoturismo ou gestão vitivinícola.

*Com informações do Jornalismo IFSC.
*Imagem: Pixabay.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Vinícius Irizaga